quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Redução de Custos - Lá vem o Corte




Hoje, muitas empresas falam em "redução dos custos operacionais" e começa a busca de alternativas para alcançar esse objetivo. Havia uma ideia dos objetivos a serem alcançados, de uma forma ou de outra, são vistos principalmente do ponto de vista econômico.

 
Sempre à procura de alternativas percebeu que falar de "economia", "cortar custos", "delete", "reduzir o estoque", etc. Da mesma forma, se formos analisar as áreas onde costumam concentrar esses esforços para alcançar resultados que muitas vezes vemos que eles estão restritos a três áreas principais:

1. Recursos Humanos: Ele parte da premissa de que, reduzindo a folha de pagamento (número de empregados) controla automaticamente (e) redução dos custos operacionais.
 
2. Inventário: Sugerimos que os altos níveis de estoque são as principais causas e os custos operacionais;
 
3. Eficiência: É proposto que garante maior eficiência reduzindo custos.

Embora essas três áreas sejais importante e influenciou a refletir diretamente em nossos custos operacionais, existem outros temas que devem ser considerados quando se fala em redução de custos. Matematicamente reduzida (recursos humanos, patrimônio, ineficiente) significa que nós gastamos menos em nossos processos.

No entanto, normalmente não há fórmula simples que se aplica mesmo quando ela está intimamente relacionada ao conceito de eficiência.

Referimo-nos à produtividade ... Este não é o mesmo que eficiência!

É simples, se aumentar a produtividade (aumento do número de unidades produzidas por unidade de tempo) será automaticamente reduzido nossos custos operacionais, mesmo se não tocamos o "fator pessoal" ou "fator de inventário"!.

Adicionalmente, devemos também levar em conta os processos, a distribuição de equipamentos, tecnologia, gestão de serviços públicos, a distribuição da planta (lay out) e, mais importante, a integração e interação (e não quantidade) " empregado fator "para as variáveis ​​já mencionadas.

Existem várias maneiras de realizar um processo sistemático de "redução de custos", mas o essencial é a metodologia e análise e estrutura de execução que é usado.

A redução de custos não é uma iniciativa de implementar um único departamento ou área de isolamento. Deve ser um esforço coletivo para incluir todas as variáveis ​​sistematicamente, de forma consistente e contínua.
 
A responsabilidade recai sobre cada um e deve ser definida como uma mudança na cultura empresarial que visa estabelecer um novo modo de fazer negócios dentro da empresa!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...