sábado, 14 de maio de 2011

Redução de Custos - Capital de Giro



Alguns dos maiores dilemas financeiros de pequenos e grandes empresários é saber como diminuir os custos de operação do negócio. Antes de pensar em cortar gastos, porém, é preciso saber detalhadamente quanto e como o seu capital de giro tem sido gasto. É necessário apurar e separar cada fator que gera alguma despesa para, a parti daí, administrar melhor os custos e despesas.

Para responder à pergunta de um leitor que desejava saber como compensar o aumento no preço dos insumos com o corte dos custos, o colunista da revista ’Pequenas Empresas Grandes Negócios’ Sérgio Tauhata sugeriu   algumas medidas que podem funcionar na sua empresa para um melhor controle financeiro. São seis conselhos:


Se você adotar os procedimentos a seguir, vai ficar mais fácil enxugar seus custos:

- Organizar planilhas de contas a pagar e a receber, comissões sobre vendas, controle de estoque, gastos com materiais, mão de obra, insumos, impostos e logística. Usar essas informações para decidir quando e onde aplicar os recursos;


- Encarar a gestão de custos como uma das formas de se obter vantagens competitivas. Quanto mais preciso o controle, mais fácil estabelecer preços vantajosos;


- Não cortar gastos obsessivamente sem pensar no futuro. Há o risco de comprometer a qualidade do serviço ou do produto e do ambiente de trabalho;


- Criar um sistema de remuneração variável baseado em metas de diminuição de despesas. Esse incentivo pode ser calculado como um percentual sobre os valores economizados;


- Eliminar os gastos supérfluos que muitas vezes resultam de vícios administrativos e não representam custos efetivos;


- Fazer a gestão dos riscos jurídicos do negócio para evitar multas, processos e indenizações.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...