segunda-feira, 1 de abril de 2013

Redução de Custos - Esforços de Venda X Redução

Aumentar sua lucratividade sem aumentar seus esforços de vendas.

Quando os empresários querem aumentar o lucro, eles geralmente tentam aumentar as vendas. Mas será sempre o melhor caminho? Considerar esta questão: Será que você aumenta seu lucro mais rápido com a venda de 10% a mais ou reduzindo o seu CMV (custo das mercadorias vendidas - de trabalho, materiais e serviços subcontratados) de 4%? 

Redução de custos é a resposta correta, e para provar isso, compare duas declarações de renda para uma empresa de $ 2 milhões. Na primeira, as vendas de $ 2 milhões CMV menos de $ 1.2 milhões geram um lucro bruto de $ 800.000. Com sobrecarga de $ 700.000 e $ 10.000 em impostos, o lucro líquido é de $ 70.000, ou 3,5%. 


Na segunda instrução, aumentar as vendas de $ 2 milhões a US $ 2,2 milhões. CMV sobe de $ 1,2 milhões para 1,32 milhões. O lucro bruto aumenta para $ 880.000, e em cima, a partir de $ 700.000 para $ 770.000. Depois dos impostos, o resultado é um lucro líquido de $ 77.000. Ou 3,5%. 


Agora imagine que você vende a quantidade original - 2 milhões dólares -, mas reduzir o CMV por 48.000 para 1,152 milhões. Isso cria um lucro bruto de $ 848.000 e um lucro líquido de $ 103.600. O lucro líquido passa de 3,5% para 5,2%. 


Custa dinheiro para vender mais, mas não é tão caro aprender a trabalhar com mais eficiência. Se você fosse aumentar as vendas o suficiente para realizar o maior lucro líquido de $ 103.600, você teria que vender um adicional de $ 960 mil. 


Como fazê-lo

Colocar programas e sistemas para reduzir o custo das mercadorias vendidas. Aqui estão alguns passos que possa ser implementado: 


Programa 5S. Um programa 5S foca organização, limpeza, padronização e para melhorar a rentabilidade, eficiência, serviço e segurança. O 5S são seiri, seiton, seisso, seiketsu, shitsuke. 


Melhores Sistemas e Processos. Simplifique seus sistemas e processos e usá-los para controlar as horas de projeto orçado. Remodelação em processo de implementação de nova contabilidade e estimativa de software para monitorar mais de perto a rentabilidade do projeto. 


Plano de Contratação. Se você contratar alguém que não é uma boa ou não tem o nível de experiência que você precisa, você não só perde dinheiro com a sua falta de produtividade, mas também terá custos para substituí-los. 


Treinamento. Remodelação quinzenal de meia hora em reuniões para treinar funcionários em habilidades técnicas, habilidades como atendimento ao cliente, e tópicos relativos a questões pessoais. Isso ajuda a melhorar a produtividade, formação de equipe, e o moral. 


Programas de incentivo. Lance incentivos à produtividade e rentabilidade de cada projeto e mantenha a liderança responsável. 


Programas de desempenho. Trilha seu trabalho subs '- sobre preços, atrasos, retrabalhos - e recompensá-los por um bom trabalho. 


Revisitar o básico. Implementar e enfatizar os programas de segurança, e usar uma abordagem de equipe para resolver o problema. 


Comece concentrando-se em um programa ou sistema de cada vez, começando com o que você sente que teria o maior impacto. Atire a reduzir em 2% CMV usando uma mistura dos métodos. Você vai produzir melhores margens de lucro e expor as áreas que precisam ser melhoradas. Quando você usa esses vários programas e sistemas para reduzir o desperdício, você também vai elevar o profissionalismo da empresa aos olhos dos funcionários e clientes. Essa é uma linha de fundo em que qualquer empresa pode se beneficiar.

Sugestão de Leitura:

Custos e Formação de Preços
Após três edições de sucesso, essa obra foi totalmente reformulada e atualizada com as últimas técnicas para formação de preços. O livro expõe, de forma didática e ordenada, os princípios e a aplicação das mais modernas técnicas de acompanhamento e controle dos gastos de empresas industriais, comerciais e de serviços.
 A necessidade do estudo dos custos empresariais - sua análise e seu controle - é tanto maior quanto maior é a expansão e a competitividade dos mercados. Este livro visa trazer uma expressiva contribuição à competitividade da empresa brasileira, em época de crescente globalização.
 A tendência à globalização que ora se manifesta nos mercados mundiais eleva essa expansão e essa competitividade a níveis extremos: o mercado ganha dimensões universais e a concorrência desconhece fronteira.
 Em um mundo como esse, a rentabilidade das empresas passa a depender diretamente do controle e da racionalização dos seus gastos: não há mais espaço para um tipo de administração desatualizada, que buscava gerar resultados financeiros por meio de contínua e injustificada elevação de preços de venda ou da deterioração da qualidade dos bens e serviços oferecidos ao consumo.
 Assim, a competitividade passou a depender, cada vez mais, do controle dos gastos da empresa. Daí, a importância crescente do estudo dos gastos empresariais e da divulgação das técnicas e procedimentos que possibilitam seu controle mais eficaz.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...