segunda-feira, 4 de julho de 2011

Redução de Custos - Pneus X Consumo Combustível

 

Cuidar bem dos pneus de seu carro garante a segurança de seu carro e evita o desgaste prematuro das peças de seu veículo, poupando seu bolso.

 

 



Sim. Os pneus são grandes “beberrões de combustível”.
Muito pouca gente faz a ligação do consumo alto com a situação dos pneus. E são poucos os mecânicos que dão esta dica para seus clientes.

10 dicas para manter seus pneus em bom estado.

  1. Calibre seus pneus semanalmente, sempre a frio, inclusive o estepe. Evite fazê-lo com os pneus quentes. Se precisar, sempre coloque a mais, nunca a menos.
  2. Teste a geometria de seu carro a cada 10 mil km. Se o carro estiver desalinhado, o desgaste será irregular. Se você passou por algum buraco, teve algum choque no carro ou está notando desgaste anormal, também é hora de testar a geometria. Balanceamento e alinhamento de direção devem ser feitos a cada 5 mil km ou sempre que surgirem vibrações no volante.
  3. Faça também o rodízio dos pneus a cada 10 mil km.
  4. Cuidado com derivados de petróleo. Evite usar produtos que deixam o pneu mais bonito que sejam derivados de petróleo e não estacione sobre óleo, solventes ou outros produtos desse tipo.
  5. Cuidado com a carga máxima indicada para o pneu. Não coloque carga demais no carro.
  6. Verifique a especificação de velocidade máxima do pneu. Rodar em velocidade acima do que ele suporta pode danificá-lo ou até provocar acidentes.
  7. Não coloque pneus de especificações diferentes no mesmo eixo
  8. Evite dirigir por estradas esburacadas e outros pisos irregulares.
  9. Evite freadas bruscas, cantadas de pneu e outras manobras que os façam escorregarem, pois isso os desgasta prematuramente.
  10. Todo pneu tem uma elevação de borracha entre os sulcos do pneu, chamada TWI. Se esta marca estiver encostando-se ao solo, é hora de trocar o pneu.
Compre pneus usados. Se estiver na hora de mudar os pneus do seu automóvel, mas não está a pensar fazer uma utilização intensiva e regular do carro, a última coisa que deve fazer é comprar pneus novos. Opte pela compra de um jogo de pneus usados, pois os resultados serão os mesmos e conseguirá poupar dinheiro com isso.

Tenha cuidado com a bomba de ar. Quando se desloca a uma estação de serviço para encher o ar dos pneus do seu automóvel, deve realizar um pequeno teste para ver se a bomba de ar está a funcionar corretamente. Deve colocar o seu polegar e premir o ar contra ele. Se o dedo ficar molhado, isso significa que existem humidades no próprio ar e essas humidades podem provocar a variação das pressões e a corrosão das jantes. Deve aconselhar o gerente da estação de serviço que os tanques necessitam de ser drenados e deve encher o ar dos pneus do seu veículo numa outra estação de serviço.

A calibragem incorreta dos pneus afeta diretamente o consumo de combustível, pois está relacionada ao arrasto produzido pela calibragem incorreta. Ou seja, quando os pneus estão com menos pressão que o recomendado é como se o carro andasse travado. Além disso, a calibragem incorreta, tanto para mais como para menos, provoca um desgaste irregular nos pneus, conforme a figura a seguir.
Os pneus que sofrem este desgaste irregular, além de aumentar o consumo de combustível, afetam a dirigibilidade (a direção fica mais pesada), diminuem a capacidade de frenagem, provocam o desgaste prematuro de rolamentos, amortecedores, borrachas e articulações da suspensão.

Também é importante saber que os pneus podem perder 1 psi a cada 30 dias naturalmente e ainda mais em climas frios.

Nas regiões onde as temperaturas oscilam muito durante o dia, como no Rio Grande do Sul, a pressão dos pneus pode variar por esta influência. Já que o ar frio é mais denso, a pressão cai cerca de 1 psi para cada 5ºC. Um pneu calibrado com 30 psi a 21ºC, por exemplo, pode cair para 26 psi a 0ºC.

Quanto mais largo o pneu, maior o arrasto, logo, maior o consumo de combustível. Algumas pessoas defendem que utilizar um pneu mais largo dá mais estabilidade nas curvas. É verdade! Mas esta seria a única vantagem se não fosse perigoso entrar em alta velocidade nas curvas.

Então, a dica é simples: Verifique semanalmente a calibragem dos pneus. E a cada 10.000 km, verifique o estado dos pneus, balanceamento e geometria.

É uma questão de economia e, principalmente, segurança.

Dicas Pneus do seu Caminhão - Os pneus de um caminhão se não estiverem de acordo com suas aplicações pode se tornar um vilão, causando maior consumo de combustível. O que suporta a carga não é o pneu, e sim o ar que está dentro dele, o uso da pressão incorreto reduz a quilometragem da banda em até 25% e aumenta o consumo de combustível de 4 a 6%. Para evitar prejuízos é preciso fazer revisão periodicamente alinhamento, balanceamento, desenho da banda, emparelhamento, esses itens é fundamental para uma vida longa do pneu.



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...