quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Redução de Custos - Movimentação e Armazenagem



Custos com a Movimentação e Armazenagem.

Separe os custos com Movimentação e Armazenagem em quatro sub-grupos: espaço físico, equipamentos de movimentação e armazenagem, mão-de-obra operacional e administrativa e despesas diversas.
 


Contabilize os gastos com cada sub-grupo e monitore a evolução dos custos e a representatividade sobre o total.

Também visualize o custo de Movimentação e Armazenagem sob diferentes bases comparativas, como custo por tonelada processada (recebida mais expedida), tonelada expedida, por volume, por pedido, como um % da receita operacional líquida (ROL) e como um % do custo logístico total.

Algumas recomendações importantes para aprofundamento nas operações de Movimentação e Armazenagem:

a) Avalie minuciosamente o seu processo operacional. Não existem processos redundantes? Não há tarefas que possam ser eliminadas?

b) Você possui uma ferramenta WMS (Warehouse Management System)? Em caso positivo, as funcionalidades primárias estão sendo utilizadas?

c) O layout operacional existente minimiza as movimentações doca à estoque e estoque à doca?

d) A operação de cross-docking é realizada sempre que possível?

e) Existem critérios de endereçamento priorizando volume, giro e popularidade? A atualização dos parâmetros é constante?

f) Existe um bom aproveitamento cúbico do espaço destinado à estocagem?

g) A verticalização dos estoques foi feita exclusivamente com porta-páletes ou foi adotado um mix de estruturas de forma a reduzir o espaço perdido com os corredores? Se você apenas utiliza porta-páletes, saiba que você está perdendo de 50% a 65% do seu espaço cúbico, ou seja, em um armazém de 100.000 m³ você está utilizando apenas 35.000 a 50.000 m³!

h) O espaço ocupado com produtos obsoletos é representativo? Se sim elimine materiais obsoletos de seu estoque, através de descontos, maiores comissões de venda ou leilões. Se não der, jogue fora!

i) Foi escolhido o correto sistema de separação de pedidos que produzisse o menor número de movimentações e o menor tempo por apanhe?

j) Os índices de acuracidade de inventários são superiores a 97%? É realizado o inventário cíclico ou rotativo?

k) A ocorrência de avarias ou furtos de mercadorias e de consumo do estoque é muito grande?

l) O FIFO ou FEFO é praticado? O nível de obsolescência de materiais encontra-se dentro de patamares aceitáveis?

m) Existem problemas de liderança ou de relacionamento interpessoal entre os principais colaboradores do Centro de Distribuição? O clima organizacional é positivo? O índice de turn-over e absenteísmo está sob controle?

n) A mão-de-obra está corretamente balanceada entre as diferentes atividades realizadas? Você observa constantemente um significativo número de colaboradores parados ou trabalhando em ritmo lento? Você tem tido grandes gastos com horas-extras?

o) Os equipamentos de movimentação encontram-se em bom estado de conservação? É frequente a parada de equipamentos?

p) Tem ocorrido acidentes com afastamento com frequência?

q) Existem indicadores de desempenho medindo a performance da operação? A equipe operacional está capacitada a identificar as ações corretivas e preventivas necessárias?

r) Existem possíveis benefícios fiscais que viabilizem a revisão da malha logística e a consequente localização dos Centros de Distribuição ou a utilização de estoques avançados?

s) Encontramos facilmente os materiais e produtos?

t) Avarias e Perdas NÃO acontecem! Certo?!

u) Qual o valor do meu estoque no almoxarifado?

v) Você tem um Armazém ou um DEPÓSITO?

w) Quais os ganhos com a otimização de PROCESSOS?

y) A TI fornece oportunidades de otimização?

z) Nossos armazéns possuem algum problema?



Passo a Passo para OTIMIZAR o armazém:

1.         Layout Logístico;
2.        Curva ABC na armazenagem;
3.        Características logísticas na armazenagem?
4.       Padronização / Unitização / Paletização;
5.        Verticalização de Estoques;
6.       Manuseio econômico de materiais;
7.        Equipamentos de movimentação;
8.       Plataformas / Docas Niveladoras;
9.       Processos operacionais padronizados.


Como OTIMIZAR o Armazém?

Buscando maior eficiência comercial e logística com vistas para


REDUÇÃO DE CUSTOS COM ESTOQUES!

Evitar Super Estocagem > Evitar Desperdícios > Evitar Ruptura > Garantir Suprimentos e Entregas.


Agregando valor

Produto Certo > Quantidade Certa > Para o Cliente Certo > No TEMPO certo.

com QUALIDADE

no MENOR Custo Possível


Como Dimensionar um Armazém

Etapa 01
-Dados Logísticos
-Curva ABC
-% Crescimento
Etapa 02
-Necessidade de Armazenagem
-Dias de Cobertura de Estoque
-Estratégias de Transporte e Distribuição
Etapa 03
- Tamanho m2 e m3
-Estudo de Localização
-Layout
-Especificação de Equipamentos e Estruturas


O que buscar?
Eficiência na gestão de todos os recursos
Incremento de produtividade
Menores custos operacionais


Muitas vezes acredita-se que as soluções para os problemas logísticos devem ser complexos, caros e de difícil implementação. Nem sempre lançamos mão das melhores práticas em movimentação e armazenagem e não temos profissionais capacitados para conduzir processos que possam propor verdadeiras melhorias nas operações com estoques.

A solução está APENAS na redução de estoques? Não necessariamente! Claro que o balanceamento da cadeia logística, entre as áreas de compras e vendas, buscando uma integração interna entre as necessidades de compras de estoques na cadeia de suprimentos e uma otimização e planejamento em vendas a fim de atender as necessidades dos clientes é um caminho.

Enfim, algumas oportunidades de redução de custos com os estoques, estão dentro de casa. É preciso buscar formas de desenvolver projetos internos, envolvendo a equipe que opera o seu CD, depósito ou almoxarifado. Um trabalho de capacitação e conscientização é um grande começo para que possamos buscar oportunidades para otimizar o nosso armazém.

Um projeto simples e possível de grandes resultados deve ser desenvolvido na seguinte sequência:

1. Faça um diagnóstico dos seus problemas (com sua equipe operacional);
2. Desenvolva propostas de melhorias (sugestões também da equipe operacional);
3. Avalie primeiro os projetos com pequenos volumes de investimentos;
4. Desenvolva planos de implementação e projetos com a sua equipe (envolva a todo o momento sua equipe);
5. Prepare programas de treinamentos para capacitação da equipe (utilize os seus recursos chave para desenvolver e fazer as palestras);
6. Faça uma mensuração constante dos resultados;
7. Comemore os resultados positivos com a equipe (faça endomarketing – divulgue para a empresa);
8. Foco nos resultados menos positivos e ajuste-os;
9. Aos poucos vá buscando projetos maiores e mais audaciosos.

CONCLUINDO: O que o seu cliente quer?

Garantia de Eficiência
Menores Custos
Menores tempos de Entrega


A EXCELÊNCIA logística

Exigência do Mercado.
É o seu desafio a perseguir...
O seu concorrente está pensando nisso!

A armazenagem é um processo logístico de alto custo, mas também se constitui num processo importante para o atendimento aos requisitos do cliente, pois contempla as funções de receber, estocar e expedir os produtos. Portanto, a responsabilidade da área de armazenagem é manusear e manter a qualidade do produto desde a sua chegada no armazém até o atendimento integral do pedido ao menor custo.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...